segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Fiquei com a segunda opinião médica



É câncer e agora? Chorar? Gritar? Fugir? Quem nessas horas pode ajudar? Eu ainda fico esperando que alguém vá me ligar e dizer que foi em engano, que o meu resultado não é esse. Eu durmo e acordo pensando, alias tenho dormido muito mal, a mente não para. As pessoas dizem que não adianta sofrer antecipadamente, que é pra viver um dia de cada vez, mas não é assim, a gente sofre pensando no quanto será difícil. Nessas horas acho que ninguém sabe de verdade como sentimos, só nos mesmos.
Passada a semana da terrível descoberta, agora é hora de decidir o que fazer,  a Patty  nunca se conformou com algumas atitudes do Mastologista que me atendeu aqui onde eu moro e ficava pedindo pelo amor de Deus que eu buscasse uma segunda opinião fora daqui, me lembro que um dia ela falou tanto que eu chorei e disse que eu precisa acreditar em alguém e confiar, eu na verdade não queria sair daqui, minha casa, minha família estão aqui.
 Esses blogs ajudam e MUITO, foi lendo um deles que a Patty conseguiu um Mastologista em Brasília, um médico renomado e conseguiu agendar uma consulta, e eu fui, foi ai que tudo mudou pra mim, o médico me atendeu muito simpático, caloroso, bem diferente do primeiro que era frio e nunca dizia nada. Eu levei todos os exames que já tinha feito aqui onde moro e minha intenção era entregar na mão dele e dizer: analisa e me diz o que eu tenho. O primeiro exame que ele pegou foi à mamografia, a Patty é testemunha do que vou contar, o médico olhou e disse: “sem olhar nenhum outro exame, só pela mamografia eu diria que é 60% de chance de ser câncer.”
Hã? Como assim? Gente o primeiro mastologista disse que a mamografia não acusou nada, minha irmã estava comigo quando ele disse isso, disse que às vezes acontece de não ser precisa, minha irmã ainda indagou sobre a campanha em cima da mamografia e ele com a cabeça baixa disse: as vezes acontece. Não, não acontece, todos os exames de diagnóstico por imagem apresentam uma margem de erro, que, embora seja muito pequena, pode levar ao diagnóstico equivocado do câncer de mama; porém, está mais ligado à falta de experiência do profissional na interpretação dos exames desse tipo de doença. A mamografia é de 85% a 90% específica.
Bom, o mastologista de Brasília analisou os exames me analisou e confirmou o que eu já sabia, a minha esperança era que ele me dissesse que eu não precisaria fazer mastectomia ou fazer apenas um quadrante, pra minha surpresa ele disse que teria que fazer mastectomia nas duas mamas, pela minha idade e pelo tipo de câncer (carncinoma lobular invasor) esse seria o procedimento correto. Eu fiquei sem chão.
Ele me passou vários exames: ( Cintilografia óssea. Tomografia abdômen e tórax, Ecografia pélvica, Hemograma completo, Avaliação Cardíaca) eu já havia feito, Mamografia, Ultrasson, Punção, Biopsia cirúrgica, e pedido o Imunoistoquimico.
Fiz os exames, vou fazer a cirurgia em Brasilia, agora me sinto segura. Deus me guiou ao caminho certo.

Se você pode e tem condições de buscar uma segunda opinião médica, busque, vale muito a pena é uma especie de alivio, tipo: "ufá to fazendo a coisa certa"


"Deus não me deu asas. Mas me deu coragem"

8 comentários:

Anônimo disse...

E Deus te deu amigos tambem, que mesmo de longe torcem e acreditam na tua forca e na tua fe pra enfrentar e vencer isso tudo. Beijos no coracao!

Ana Paula T. Melo disse...

Oi Carla!
Seja muito benvinda a nossa 'blogsfera'. Aqui você encontrará muitas que estão na luta, encontrará muito apoio, muito carinho... Gente que compartilha desse momento e sabe exatamente o que você está passando.
Meu nome é Ana Paula e descobri o câncer de mama com 30 anos. Depois dá uma olhadinha no meu blog (anapaulatmelo.blogspot.com).
Eu sei que sua cabeça deve estar um turbilhão... Mil pensamentos, dúvidas, apenas incertezas... Mas tenha certeza apenas de uma coisa: TUDO VAI DAR CERTO! Deus está contigo!
No que precisa pode contar comigo!
Um grande beijo!

Anônimo disse...

Que Deus te de forcas para superar este problema que com certeza ficara para tras.
Se voce puder, por favor compartilhe o nome do mastologista de Brasilia.

Anônimo disse...

Olá, meu nome é Marianna e estou em busca de um bom mastologista em Brasília. Fiz a pesquisa no google e encontrei seu blog,que por sinal é muito interessante,e gostaria de saber se você pode informar o nome ou o contato desse médico que foi citado no post. Muito obrigada pela atenção! Melhoras Carla e fica com Deus. Bjos.

Juliana disse...

Olá Carla, estou precisando de um médico mastologista em Brasília, você poderia me dar o nome e telefone deste seu médico? Grata, Juliana juazeredo@gmail.com)

Anônimo disse...

Olá Carla tudo bem? Estou também gostaria de saber o nome do médico de Brasília citado nos posts anteriores. Obrigado monam

Gloraci R. Barbosa disse...

Carla, espero que esteja bem. Por favor, compartilhe o nome do médico. Estou com cistos inflamados, precisando urgente de alguém com boas referências.
Obrigada!!!

Anônimo disse...

Preciso da indicação de um mastologista. Então tem como me indicar o que te atendeu. Obrigada

Postar um comentário